sábado, 8 de agosto de 2009

Crise no Senado: Senadores Enlouquecidos

Na última quinta-feira, o líder do PMDB, Renan Calheiros, e o senador Tasso Jereissati, do PSDB, bateram boca em plenário, e conseguiram promover um fato quase inédito na historia desse pais: fizeram com que os brasileiros parassem pra assistir o bloco de política do Jornal Nacional.
Tudo isso para ouvir a seguinte frase:
não aponte esse dedo sujo para cima de mim.
A não ser que Renan seja proctologista nas horas vagas, uma pergunta ficou no ar: onde o dedo de Renan Calheiros estava enfiado?
Como sabemos (sabemos?) na terça-feira, Renan discutiu com o também senador Pedro Simon, inclusive apontando-lho o dedo a face.
Mas a merda não estava com o senador gaúcho, e sim ao lado de Renan: Fernando Collor. E é claro que Renan aprendeu muito com o Collor. Afinal, enquanto um meteu a mão nos fundos da população, o outro já começou a nos foder com o dedo. Bom, pelo menos se ele for um dedo duro, não vejo tanto problema....
Mas Renan devolveu o elogio no mesmo nível.
Seu coronel de merda, me respeite.
O que eu não consigo entender é como as pessoas ainda criticam isso!? Nessa discussão, os senadores fizeram uma coisa que político não esta acostumado a fazer: eles foram SINCEROS.
Por mim, todas as sessões poderiam ser assim: agressões só deveriam ser permitidas da cintura pra baixo.


Exemplos:
- Vossa Excelência é broxa, fode a população com o dedo. Mas no meu, não.
- Vossa Excelência esta faltando com decoro parlamentar, cangaceiro fdp.
- Então Vossa Excelência faça o favor de ir lá fora ver o meu jegue esta bem amarrado.
- Aproveito e mostro para Vossa Excelência como sujei meu dedo, venha Collor.


Mas vamos com calma.Tasso Jereissati disse: A tribuna de honra não pode ficar fazendo piada aqui, Senador Renan.
Renan Calheiros - Você é minoria com complexo de maioria. Me respeite!
Tasso Jereissati - Sabe de uma coisa? Eu não respeito.




PS: E o Sarney se defendendo dos ato secretos, e dizendo que não mandou nomear nenhum parente.
Poxa, Sarney, a gente ta cansado de saber que no nepotismo tudo é família do mesmo saco.


2: O Senado ta balançando mais que o laser do Sarney no painel.


3: Daria um dedo pra estar em Brasília, nessa semana. (Especialmente pra tomar uma ceva, na mesa 24)


4: Lula fazendo escola. Governadora do RS, Yeda Crusius, diz não saber das denuncias feitas contra ela, pela oposição.


5: Participe da enquete aqui do lado: O que é pior para o Rio Grande do Sul?


6: Se não fosse o Google, ninguém saberia escrever impeachment.

2 comentários:

Erica disse...

O Senado é a vergonha nacional...Lamentável isso!

Jakeline disse...

Vergonha e nojo... amiga... obrigado por vim no meu blog