sábado, 5 de setembro de 2009

Falta de Educação no Brasil, de quem é a culpa?

Cada dia que passa fico mais estarrecida em ver como aumentou o número de agressões de alunos para com professores por aqui. E pior, muitas vezes com o aval dos próprios pais! Isso é o que mais me impressiona.. Como no caso dessa reportagem aqui. O aluno entrega a prova em branco, o professor chama a atenção e leva um soco. Como se não bastasse isso, o colega do professor que o acompanhou na delegacia também foi agredito. Pelo aluno? Não! Pelo pai do aluno! Eu imagino a belíssima educação que esse adolescente tem em casa com um pai desses.

Notícias sobre agressões de alunos e pais de alunos a professores pipocam toda hora na internet e na televisão. E eu me pergunto: o que está sendo feito para melhorar a relação aluno-professor?

Acredito que uma parte do problema vem de casa. Hoje em dia pais não tem mais paciência de educar filhos. Os de classe alta/média jogam os filhos no colégio com a premissa de que estão pagando pra isso. Os de classe baixa tem um filho atrás do outro, e usa escola como depósito de crianças. Ninguém mais dá limites. Parece que muitos pais querem compensar o fato de trabalharem muito dando tudo pra eles e esquecendo de dizer não. E o resultado disso são crianças sem limites, que acham que se em casa podem tudo, na escola também.

Por outro lado, o governo não faz a sua parte. Grande parte das escolas públicas encontram-se sucateadas, com profissionais extremamente mal pagos, sem material, sem infra-estrutura, sem nada. As dinâmicas das aulas são chatas, não por má vontade do professor, que muitas vezes faz das tripas coração para tentar dar uma aula mais atraente. Mas por falta de estrutura total. No mundo de hoje, com tanta tecnologia, e com as mudanças na sociedade é difícil acreditar que na maioria das escolas, suas aulas se resumem a ''cuspe e giz''. Isso quando existe sala de aula. Em algumas cidades do interior do norte e nordeste do país, alunos tem que assistir aulas em baixo de árvores. Um horror total! Isso com certeza não prende a atenção dos alunos, o que faz com que eles percam o interesse na escola.

As escolas particulares conseguem se sair melhor, por causa de suas mensalidades caras, e por investir mais na infra-estrutura. Mas aí vem o outro lado da moeda. Muitos professores reclamam de ter que ouvir a máxima ''eu estou pagando seu salário, então cala a boca'' dentre outras idiotices. Chamar atenção de aluno? Deus me livre! Aí acontece que nem aconteceu com o professor citado no início da reportagem: leva um soco na cara do aluno, e quase apanha do pai também.

As escolas particulares expulsam o aluno. As públicas simplesmente transferem os alunos. Resumindo: somente transferem o problema, ou se livram dele, e não resolve nada.

A consequência disso tudo é óbvia: cada vez menos pessoas querem seguir carreira no ensino. Já há um déficit de professores de Matemática, Biologia, Química, Geografia. Ninguém mais quer dar aula. Muitos por medo. Muitos pelos salários baixos. E assim, nossa educação vai cada vez mais indo pro brejo. Será que um dia isso vai mudar?

Fica a pergunta no ar...

Um comentário:

Claudia disse...

O Mundo mudou para Pior...