quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Anamara é desrespeitada por Major da PM

“Essa vagabunda está expondo a corporação”, afirmou o major Silvio Correia, presidente da Associação de Oficiais da Polícia Militar da Bahia. Segundo sua colega de quarto, Amanda Monteiro, ela deixou uma procuração pronta para autorizar o ingresso no seu pedido de exoneração assim que soube da sua participação no programa. Caso ainda esteja no BBB quando suas férias terminarem, será dada entrada no processo para evitar a prisão. Estou perplexa  e indignada com está notícia, o Senhor Major Silvio foi muito infeliz ao pronunciar esta palavra "vagabunda" se referindo a jovem. Vendo o programa constantemente (admito, sou viciada em BBB) vejo que a moça sempre tem um tom peculiar e comportamento desinibido, mas a personalizá-la com está palavra é uma total falta de respeito e uma ofensa muito grande, espero que a família desta moça entra na justiça pedindo retratação deste senhor e da corporação militar.  É um verdadeiro absurdo, fora da corporação ela é gente comum e pode fazer o que bem quiser. Será que um oficial que chama uma colega de “vagabunda” representa bem a categoria? Fala sério, Major! Ou melhor a sua mãe não lhe ensinou a respeitar uma mulher?? E por fim vejo que Anamara  é uma mulher e tem direito, independente de ser PM, de manifestar seus desejos, vontades e preferências.

A informação é do Bahia Notícias 

9 comentários:

Tânia Meneghelli disse...

Oi Jakeline!

Olha, acho que nada mais me espanta nesse mundo, sabe? Acho incrível como em pleno século 21, com tanto acesso à informação e, portanto, maior facilidade na formação, a intolerância esteja imperando. Calamidades absurdas acontecendo pelo mundo afora e o major se preocupando em alardear essa opinião retrógrada sobre a participação da colega num simples programa de entretenimento. Imagino que um militar graduado deveria ter coisas mais relevantes a dizer e, sobretudo, um exemplo mais decente pra dar. Lamentável!

Beijoca!

Jakeline Magna disse...

Tania, gostei muito do seu comentário, este Major deve está querendo glórias para poder chamar repórteres e fala este absurdo de uma moça.

007BONDeblog disse...

Jake

Boa tarde

Você sabe da minha aversão pelo programa BBB, por entender que explora o que o ser humano tem de pior e depois lhe dá um prêmio por isso.

Ninguém tem, entretanto, o direito de desqualificar assim uma pessoa. Isso não são termos que um oficial da PM use.

Um abraço

Carol Knight disse...

Major concerteza não fez um curso de direito na vida dele, só pode. Não gosto tanto do BBB como você, mais isso que o major disse é visto como agressão moral e é amparado por lei. Se acaso a família da Anamara entre com um processo na justiça, tenho até dó desse major, porque além de ter que pagar uma grana preta ele ainda corre risco de perder o emprego.

Chica disse...

Vemos cada uma, não?beijosd,tudo de bom,chica

Lya Flávia disse...

O fato dele ter s referido a ela dessa maneira foi muito ridiculo, siim ele nao tem direito algum de se referir dessa forma porem ela tinha que repensar nas suas atitudes principalmente porque ela esta participando de um reality show (BBB) e nao vejo q ela esta dando exemplo algum para as pessoas, ela nao esta agindo como uma PM. Certo que lá ela tem q ser ela mesma porém sabendo de sua carreira ela tinha que pensar antes de agir!

Jakeline Magna disse...

Minha priminha Lya arrazandoooo no comentário dela... tico e teco funcionou.. rsrsrs
obrigado por participar do meu blog priminha, adoreiiiii to felizonaaaaa

Jakeline Magna disse...

Acho prudente postar:


Em email enviado ao Política Livre a cientista social e militante do Movimento Feminista Nereiza Mazza classificou como “lamentável, machista, preconceituosa e denotadora de violência verbal” as declarações do major Silvio Correia, presidente da Associação de Oficiais, classificando a PM Anamara, participante do BB 10, de “vagabunda”.

“Antes de ser uma militar, ela é uma mulher, uma civil, uma pessoa, livre, portanto. Ssua participação no programa não deve ser encarada como representação da corporação da qual faz parte, ela não é uma porta-voz dessa instituição e não está em serviço”, disse Nereida.

A militante feminista disse que a policial tem a solidariedade das mulheres, que lamentam falas como a do major. “Talvez Anamara devesse abordar mesmo os problemas da sua corporação, para dizer que elas não possuem locais adequados para trocar a farda nos estádios ou coletes à prova de bala feitos para mulheres, pois os que usam foram moldados a partir do corpo masculino. Mas aí também o major se pronunciaria…”, declarou.

Jakeline Magna disse...

Em contato com o Política Livre, o deputado estadual Pedro Alcântara (PR), juazeirense, classificou de inoportuna e uma descortesia a declaração do major Silvio Correia sobre a BBB Anamara, pedindo que ele retire o termo “vagabunda” com que se referiu à policial, caso seja verdadeiro. “Uma tremenda descortesia”, declarou. Alcântara disse ainda que vê a participação da policial com a maior naturalidade no BBB. “Se todo segmento tem o direito de participar, porque não a PM?”, questionou. O deputado ainda torce para que a juazeirense seja vencedora do reality show. Para ele, a PM tem ajudado a divulgar Juazeiro nacionalmente.