terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Avatar considerado um filme racista


Críticos têm associado a história de um soldado americano branco que salva uma raça alienígena, a sinopse do filme Avatar, dirigido por James Cameron, a uma fábula do Messias branco. Eles afirmam que o longa sugere que outras etnias são primitivas e incapazes de salvar a si mesmos. Milhares de blogs, vídeos postados no YouTube e Twitters têm discutido o suposto racismo desde que o filme foi lançado, há cerca de 3 semanas. Avatar acontece em um distante planeta habitado por uma raça alienígena chamada Na'vi, cuja cultura é baseada no ecossistema que os cerca. Um soldado da Marinha, interpretado pelo ator australiano Sam Worthington, é enviado para se infiltrar na tribo, entretanto se apaixona por uma nativa e decide defender a sua pátria contra os, agora, invasores brancos. Os protagonistas da tribo são interpretados por dois atores negros: Zoe Saldana e Laz Alonso. Segundo David Brooks, colunista do jornal The New York Times, Avatar é uma fantasia racial por excelência. "O filme é baseado no estereótipo de que os brancos são racionais e colonizados tecnologicamente, enquanto as vítimas são espirituais e atléticas", escreveu Brooks em seu texto. Robinne Lee, a atriz negra que contracenou com Will Smith no filme Seven Pounds, também está entre os detratores de Avatar. Ela compara o longa de Cameron ao desenho animado Pocahontas, onde uma índia leva um homem branco para a sua terra, aprende a cultura de seu povo e se torna um salvador. A polêmica sobre ser uma fita racista pouco prejudicou a bilheteria do filme, que nos últimos 17 dias faturou mais de 1 bilhão de dólares.
O filme é fantástico, tem uma trama muito bem construída, se você quer assisti-lo como uma lição de moral para a humanidade é que lhe serviu como uma lição de moral, se você assisti-lo como simples diversão de sessão da tarde, cumpriu seu papel também, é diversão. Tem potencial para agradar todos os públicos. Assistindo o Avatar, considero um filme de ficcção ou seja um filme tecnicamente muito bem feito, e muito bonito com uma energia surreal. Em minha humilde opinião acho muito errado considera Avatar como um filme que promova o racista, pois ele nos apresenta uma mensagem ecológica e ainda uma relação comovente entre os habitantes do planeta e a natureza e desta maneira a união entre os povos. Avatar não tem este discurso anti-humano ou até racista, pelo contrario. Vem resgatar o valor humano da ajuda, compreensão, sensatez e respeito mútuo. Se não fosse, os grandes martirez da história não seriam terráqueos. Deram a vida em troca da vida. As pessoas estão perdendo a sensibilidade.

Fonte: Veja

2 comentários:

Lidia Ferreira disse...

adorei seu texto , e concordo com vc , tem gente que ve pelo em ovo rsrs
bjs

Carlus disse...

Eles só servem para criticar, não sabem de nada