segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Haitianos estão entregues à própria sorte




Diante da fúria da natureza não cabe outro sentimento que não seja de frustração e muita impotência de não está no Haiti neste momento para ajudar os militares brasileiros na operação de resgate. Ver aquela população brigar por uma garrafinha de água é desolador. Observamos neste momento pelos telejornais que as forças internacionais da ONU não estavam preparadas para lidar com uma calamidade desta natureza no Haiti. É evidente que os haitianos estão entregues à própria sorte. As operações de resgate têm que organizar estratégias urgentemente que enviam diretamente comida e água para cada família necessitada no Haiti. Início esta Semana com meu coração mais triste e inconformada. E só peço a Deus que proteja aqueles simples cidadãos haitianos que necessita neste momento de toda ajuda possível para continuar vivendo com mínimo de dignidade. 
God bless you, Haiti.

4 comentários:

Carol Knight disse...

Realmente.. essa sensação de impotência diante de tal fato é a pior coisa para se sentir.
Esses pobres coitados, que sobreviveram por milagre de um destino terrivel, estão aí agora tendo que brigar por alimento, e ao mesmo tempo para continuar sobrevivendo em um lugar devastado pela força da natureza.
E diante de tal impotência, me resta apenas orar por essas pessoas e que elas consigam dar a volta por cima e quiçá no futuro, ter uma vida bem melhor do que levavam!

Jakeline Magna disse...

Vamos acreditar... que no futuro eles teram uma vida melhor... obrigado carol... pelo comentario..

Renata disse...

a cada momento que ligo a tv e vejo noticias vejo que sim estão largados a propria sorte a ajuda nao chega para eles.

Dora Regina disse...

Jake, fico com meu oração partido em mil pedaços, que vontade de fazer alguma coisa, é incompreensível que seres humanos filhos de Deus vivam assim...Que tristeza!
Um abraço!