terça-feira, 4 de maio de 2010

O uso das Mídias Sociais nas Eleições 2010

Já começaram os preparativos para o combate nas Eleições 2010, e cada protagonista desta batalha já está lutando com suas armas. Em outubro teremos um novo Presidente da República e um novo Congresso Nacional eleito. Todo ano eleitoral é a mesma coisa, aquela propaganda chata na TV, políticos beijando criancinhas e a velha distribuição de santinhos e folhetos pela rua. Em 2010 essa história pode mudar, a novidade desta eleição é a liberdade que os candidatos terão para explorar as mídias sociais sem restrições. Podemos acreditar que essa eleição vai ser marcada pela batalha digital, todos os candidatos acreditam que a internet mais especificamente as redes sociais (Blogs, Twitter, Orkut e Facebook) será uma importante ferramenta para conquistar os eleitores. Explorar as mídias sociais não é fácil (nós que escrevemos blogs sabemos bem disso), mas é um meio de comunicação muito mais acessível financeiramente que as mídias tradicionais. Ao mesmo tempo em que os freqüentadores de sites vão se irritar com a forte presença de políticos (ou coisa parecida) será interessante analisar esta invasão. É sabido que as classes C e D estão já incluídas no meio e devido ao óbvio interesse desses candidatos em atingir massas, o trabalho de webmasters e escritores (principalmente os mais populares, chamados pró-bloggers) será muito exigido e descobrir as soluções utilizadas pelos mesmos será decisiva em uma nova forma de se fazer campanha. Inspirados pela eleição vitoriosa de Barack Obama (presidente dos Estados Unidos da América) que se utilizou à rede até para receber doações. Obama já provou que esse tipo de estratégia dá certo, mas será que os políticos brasileiros estão prontos para isso? Assim, veremos nas Eleições de 2010.  Na tentativa de emplacar Dilma Rousseff, candidata do PT, contratou Ben Self um dos seus marqueteiros da campanha do presidente americano. Uma pesquisa realizada pelo PV em busca do perfil de eleitores que podem vir a abraçar a campanha de Marina Silva um dos alvos será os jovens entre os 16 e 24 anos, e a o meio para essa aproximação será as novas mídias, mais um partido a investir nas redes socais. Preocupado com a imagem no espaço digital o PSDB contratou Sérgio Caruso, presidente licenciado da ONN – Networking uma das principais empresas de tecnologia de São Paulo. O próprio Caruso afirma que é impossível prever o peso da internet na campanha, ainda cutucou os petista que sua equipe é brasileira, afirmando que o Brasil não precisa importar talentos e sim exportar (Referência a equipe de marqueteiros americanos que o PT contratou). O twitter já se tornou uma grande arena desta batalha, aliados dos candidatos declaram seu apoio acrescentando o nome e a sigla do partido a sua foto no perfil. Portanto, quando uma figura dessas adicioná-lo no Orkut ou passar a segui-lo no Twitter, tenha em mãos suas questões, tente obter um projeto do candidato. Você verá que até você saberá responder melhor as questões. Muitos deles já vão até saber o próprio resultado na eleição, afinal, diferente do horário político eleitoral, aqui você pode bloquear e até excluir a pessoa. Creio ainda, que graças à Web, o contato entre políticos e população pode ficar mais estreito. Bom para as pessoas que querem ser ouvidas e fazer uso do legítimo direito de participar das decisões que mexem com seu dia-a-dia. E bom para os políticos que, ao abrirem um novo canal de conversa com seus eleitores, podem garantir votos decisivos nas próximas eleições. Twitter dos Candidados à Presidência: Dilma Rousseff - @dilmabr  José Serra - @joseserra_ Marina Silva – @silva_marina . Só para constar, se a eleição fosse hoje com base no número de seguidores no Twitter o candidato José Serra seria o eleito presidente do Brasil. Portanto, observo que o Brasil é bem diferente dos Estados Unidos, agora vamos esperar para ver se por aqui teremos uma campanha bem feita pelos candidatos ou apenas mais um episódio para a lista #fail daqueles não conseguiram utilizar as redes sociais da melhor forma. Se todo esse combate poderá mudar o rumo dos resultados da eleição saberemos depois da apuração.

4 comentários:

Vanda Ferreira disse...

Sabe amiga, tenho já meu candidato, e o interessante é que ele me segue no twitter rs.
Já tuitei com ele várias vezes, e acho importante que eles se manifestem através das mídias mesmo.
Que o diga Barak Obama, que ganhou muitos seguidores graças ao twitter.
Cada um que faça sua camapnha \\o

Adorei o post Jake.

Beta disse...

É... tem tecnologia mas a roubalheira perdura...

bj

Anna Paula disse...

Torço pelo Serra. Está Dilma nunca ganhou nada é simplesmente uma anarquista. Belo texto falou tudo. Também espero que o twitter faça a diferença nestas eleições

Babi Anne disse...

Observei o Twitter deles, gostei muito das tweets do Serra, ele conversa com os twitteiros, a Dilma só fica alucinada falando comentando, e nada de concreto, nada amigável, ela se acha!!