quarta-feira, 26 de maio de 2010

Lembrete do Mario Quintana

"A vida é o dever que nós trouxemos para fazer em casa.
Quando se vê, já são seis horas!
Quando se vê, já é sexta-feira...
Quando se vê, já terminou o ano...
Quando se vê, perdemos o amor da nossa vida.
Quando se vê, já passaram-se 50 anos!
Agora é tarde demais para ser reprovado.
Se me fosse dado, um dia, outra oportunidade, eu nem olhava o relógio.
Seguiria sempre em frente e iria jogando, pelo caminho, a casca dourada e inútil das horas.
Desta forma, eu digo:
Não deixe de fazer algo que gosta, devido à falta de tempo, pois a única falta que terá, será desse tempo que infelizmente não voltará mais."
( O Tempo - Mario Quintana)

É essa coisa de deixar o tempo passar rápido... temos como impedir: fazendo tudo com tanto carinho e atenção que os momentos se tatuarão na nossa alma, e serão tão relembrados que sentiremos que sempre vale a pena nos dedicar e nos doar à vida.

4 comentários:

~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

Sempre faço tudo o que sinto vontade, arranjo tempo e deixo que a vida se encarregue com o resto.

Beijo imenso, menina linda.

Rebeca

-

Tassyane disse...

Mário é o encanto. É doce, sábio e experiente. Um beijo!

Felicidade disse...

Muitooooooo Lindo esse textoo!
beijao

Anne Lieri disse...

Jakeline,uma maravilhosa poesia de Quintana!O tempo como o mocinho de nossa vida e não o vilão!Adorei!Bjs,