domingo, 9 de maio de 2010

Mãe de Consideração

Hoje 9 de maio é o Dia das Mães. Melhor ser neste mundo não há para desejar o bem, querer bem e amar. Mãe, com filosofia a parte, é aquela que tem prazer em estar por perto mesmo quando tudo não vai bem. Enquanto os outros fogem para não ouvir os seus problemas, ela liga, bate na porta do quarto, vai à sua casa, insistindo em que você precisa conversar. Contar a ela os seus problemas. Então, enquanto muitos nem ligam para sua dor, mãe se importa e traz o remédio. Remédio que é o bálsamo do amor, da compreensão, da boa e sincera amizade. Da crítica sempre construtiva, do elogio meio bobo, cheios de exageros tantas vezes, mas sinceros também. Essa é a figura da mãe. Uma alma doadora, íntegra, valente, doce, brigona e conselheira. Elas seguraram no ventre toda a pessoa que se é hoje. Foram nove meses de espera, grandes expectativas, de como seriam a cor dos olhos, a cor dos cabelos, como seria o temperamento, o jeito de ser. Mas há aquelas mães que não passaram por nenhum desses processos e nem por isso, se tornaram menos mães. Elas não conceberam, não geraram, mas criaram e colaboraram com toda a carga de sentimentos desse filho escolhido. Estas são as mães de consideração. Elas possuem todos os atributos das mães da “barriga de nove meses”. Elas igualmente são ternas para ouvir, dispostas a entender, ferozes para defender , sinceras para criticar e meio que exageradas ao elogiar. Coisas de mãe, as de consideração também possuem, por que também são mães. A diferença é que elas, as de consideração, agem assim por livre e espontânea escolha. Elas optaram por serem amigas dos filhos escolhidos. Elas gostam de estar entre eles, acompanhando, protegendo, cuidando e intervindo positivamente na formação deles. Mãe é tudo igual. As que geraram e as que assim se consideram. Ambas são motivadas pelo amor. Pela doação. E pela vontade de ver o filho feliz. E a elas, um Feliz 9 de maio, ou melhor um Feliz Dia das Mães!!!

5 comentários:

Multiolhares disse...

Parabéns por tão lindo e verdadeiro texto, sempre ouvi dizer que mãe é aquela que cuida que dá amor que se levanta de noite para cobrir sua criança, quantas mães abandonam os filhos, quantas mulheres criam com amor crianças que não conceberam
beijinhos

Roseli Venancio Pedroso disse...

LIndo Jakeline! Realmente há muitas mulheres que amam incondicionalmente e se doam não importando se aqueles a quem acolhe são filhos consanguineos ou não. Feliz Dia das Mães para você e sua família também.
Bjs

Jakeline Magna disse...

Mãe é aquela que cuida e protege... e merece toda a nossa consideração... agradeço que tenham gostado do texto... Feliz Dia das Mães!!!... aproveitem...

Luciana P. disse...

Oi, Jake, é verdade, mãe é mãe, independente de ter gerado ou não. Basta dizer-se responsável por aquele ser, protegê-lo, educá-lo, amá-lo e a ela será dado o título verdadeiro de mãe... E existem muitas por aí, tão fantásticas ou até melhores do que as originais.

Beijos pra ti e bom domingo!

Lídia disse...

Oi minha linda amiga,
Belo texto, realmente mãe é aquela que ama e cuida. Tenho uma irmã que é mãe de consideração e acho que isto fez com que amassemos mais ainda a criança e a ela. Mãe é tudo de bom..
Bjus n'alma e boa semana.
PS: Jesus, adoro aquele ursinho beijando o meu monitor...